Escolhendo um cachorro

Acima de qualquer escolha, o primeiro passo é conversar com todos que moram na casa e ter a aprovação de todos que conviverão com o peludinho.

O segundo passo é definir o que você espera de um cachorro e analisar sua rotina, para que faça a melhor escolha.

Você quer um cachorro pequeno que caiba no seu colo? Quer presentar sua avó com uma cachorrinha de companhia? Quer um cachorro que te acompanhe em todos os passeios? Quer um cão de guarda? Defina sua expectativa!

Em determinadas situações a escolha da raça é muito importante tanto para o cachorro quanto para o dono! É preciso analisar sua rotina, seus hábitos e sua escolha de vida antes de escolher o seu amigo!

Conheça aqui dois exemplos de escolhas incorretas: uma senhora idosa e um Golden Retriever como companheiro. Apesar do Golden ser calmo, doce e afetuoso, é também ativo e vigoroso, e que precisa gastar energia, o que não era o caso, pois ele vivia preso no apartamento. Conseguem imaginar os prejuízos tanto para a senhorinha quanto para o cachorro?

Também já vi um Jack Russel, cão de personalidade forte, ativo e incansável, que aprende rapidamente tanto as boas maneiras quanto as más, com um casal sedentário e que não soube adestra-lo! Resultou em um cachorro destruidor e desobediente!

Esses são apenas dois exemplos do grande erro em escolher o cachorro da moda, que você acha bonitinho, mas não é o cachorro ideal para sua rotina!

Crédito: Google.com

Crédito: Google.com

A grande vantagem de optar pelo cachorro de raça é ter uma grande noção das características que virão no pacote!!Mas essa escolha precisa ser certeira! Você pode conseguir as informações sobre as raças em um Guia de Raças comprado na livraria ou até pela internet. Se atente sempre aos detalhes das raças e não se esqueça de verificar a procedência do criador, para garantir que não houve maus tratos para a matriz reprodutora e quais foram as condições de reprodução.

Sobre os cachorros SRD (sem raça definida), conhecidos como Vira Latas, podem ser encontrados em ONGs em sua cidade ou em canil da prefeitura. Lá você encontra cães de todas as idades, portes e cores. A maioria das ONGs fazem ferinhas de adoção aos finais de semana, procure mais informações das ONGs de sua cidade.

Os SRDs são uma mistura de várias raças que resultam em cachorros lindos e únicos! Possuem características não definidas, mas garantem muito amor e alegria, além de serem muito espertos!

Para quem quer adotar um cachorro sem raça e não quer sustos em relação ao tamanho ou não quer passar por toda infância do cachorro, a solução é adotar um cachorro adulto! Dizem que eles já vêm prontos, sabem muitas coisas e serão eternamente gratos pelo seu amor!

Acima de escolher um vira-lata ou um cachorro de raça, é a educação do dono para o cachorro que define algumas das principais características de sua personalidade.

E lembre-se, independente da escolha da raça, seu peludo ficará velho e precisará dos seus cuidados mais do que você precisou dos carinhos dele o tempo em que estiveram juntos.

COMPARTILHE
clubinhopet