Férias chegando! E seu cãozinho?

O final do ano está chegando e certamente você já está escolhendo onde vai passar as férias. E seu cãozinho vai ficar com quem? Aonde? Já decidiu?

Existem muitas opções no mercado hoje em dia, hotelzinho, petsitter, hospedagem domiciliar. Mas é muito importante verificar com antecedência regras, valores, conhecer o local, os profissionais, fazer uma adaptação para que seu bichinho não sofra nesse período.

Sobre regras, muitos locais não aceitam animais não castrados, para eles em geral o melhor é optar por uma petsitter que vai visitá-los na sua casa. A maioria exige vacinas, exame de fezes atual e quase sempre é necessário que seu cãozinho passe por uma avaliação de comportamento. Tudo isso é muito importante para manter a higiene, saúde, segurança e conforto de todos os bichinhos durante a hospedagem.

Se você optar por um serviço de petsitter a pessoa precisará conhecer sua casa, locais onde ficam comida, lixo, produtos de limpeza, brinquedos etc, além de conhecer os hábitos do seu cão, anotar dados importantes sobre contatos para emergência (veterinário, amigos ou parentes) e histórico de saúde.

Valores, a maioria das hospedagens são cobrados com antecedência. Ou pelo menos uma taxa de reserva que pode variar de 20 a 50%. Lembre de fazer uma reserva para essa despesa. Assim você garante que seu bichinho tenha férias tão confortáveis quanto as suas!

Período de adaptação, nesse tempo, geralmente entre um e três dias, seu cãozinho vai poder passar algumas horas conhecendo o local, a rotina, as pessoa e os outros bichinhos assim quando ele ficar hospedado não vai estranhar nada pois tudo será familiar. Nesses dias é possível também para os profissionais verificarem se seu bichinho interage bem com os amiguinhos e com pessoas novas.

É muito importante que você reserve um tempo para conhecer pessoalmente os locais que está considerando. Verifique indicações de clientes que já usaram os serviços desse local, veja como é a rotina, converse com as pessoas, veja onde seu bichinho vai dormir (muitos hotéis preferem deixar os bichinhos separados a noite em baias ou gaiolinhas) veja onde e como é feito o horário de refeições, onde é guardada a comida, se tem câmeras. Enfim, certifique-se de que durante sua ausência seu cãozinho estará sendo bem cuidado.

Peça para a petsitter informar quais os horários e duração das visitas, enviar fotos, videos. A maioria dos hoteizinhos também fazem isso pra tranquilizar os tutores.

Suas férias podem ser muito divertidas para seu cãozinho também!

Andrea BehmerAndrea Behmer

Gostaria de começar dizendo que não sou comportamentalista, sou cuidadora.
Me preparei para trabalhar com cães, estudei e estudo muito, sou adestradora formada pelos cursos iniciante e intermediário do excelente Dennis Martin. Frequentei também os cursos de Pet Sitter da My Pet’s Nany e os cursos de passeador e recreacionista da Dog Walker. Meus textos aqui serão sempre baseados em minhas experiências trabalhando a princípio como voluntária na causa animal, e paralelamente, como petsitter e passeadora. E, atualmente, há dois anos no Clubinho do Pet, inicialmente como Monitora, depois gerente do Daycare e hotel e hoje como sócia e coordenadora.

COMPARTILHE
clubinhopet